AULA ABERTA – RECONHECENDO SINAIS DE GRAVIDADE NOS PACIENTES PEDIÁTRICOS


A aula aberta Reconhecendo sinais de gravidade nos pacientes pediátricos, do Multiplica PP, traz para discussão a importância do reconhecimento dos principais sinais e sintomas de alerta do paciente pediátrico crítico e quais ações imediatas podem ser executadas dentro das competências de uma UPA sem a necessidade de encaminhamento
para a atenção hospitalar.

Atualmente, 20% do total de pacientes que chegam às UPAs são crianças. As peculiaridades do paciente pediátrico aliadas à falta de preparo para lidar com essas situações podem resultar em diagnósticos incorretos, tratamentos inadequados e, em última instância, desfechos ruins com consequências irreversíveis para o paciente.

Esse importante tema, faz parte do curso Desafios na UPA: Como Atender Crianças sem Medo – Curso Teórico e Prático de Urgências Pediátricas, uma iniciativa voltada para capacitar médicos que trabalham ou desejam trabalhar nas unidades de pronto atendimento (UPAs), para os desafios específicos relacionados ao atendimento pediátrico. Além das aulas on-line ao vivo, o curso oferece um módulo presencial (opcional) no qual o aluno poderá aprimorar procedimentos corriqueiros na emergência pediátrica como suturas, drenagens, punções, acessos e intubação.

Público-alvo: médicos, médicos de saúde da família, emergencistas, residentes e acadêmicos de Medicina.

Diferenciais

No último ano, o Hospital Pequeno Príncipe realizou 20.044 internamentos; 18.094 cirurgias, sendo 275 transplantes; 249.302 atendimentos ambulatoriais; e 129.280 consultas no Serviço de Pronto Atendimento.

O Pequeno Príncipe foi eleito, pelo terceiro ano, um dos quatro melhores hospitais do Brasil pelo ranking da revista norte-americana Newsweek. A instituição paranaense subiu sete posições, ficando em 80.º lugar. Neste ano, a lista contempla 250 hospitais que atuam com pediatria no mundo todo. Desses, 16 são brasileiros – 14 do estado de São Paulo, um de Minas Gerais e o Pequeno Príncipe, o único da Região Sul no ranking.


PROFISSIONAIS
Coordenação e Corpo Docente

THIAGO MATNEI

Palestrante


PEQUENO PRINCIPE
A experiência que faz a diferença

2020 foi um ano desafiador, o primeiro ano da pandemia da Covid-19. Um período e adaptação, mas acima de tudo, superação para manter ao máximo as atividades normais, ao mesmo tempo em que abríamos frentes emergenciais.

Enviar
Olá 👋
Podemos te ajudar?
Este canal é exclusivo para atendimento ao Multiplica PP, programa de educação continuada do Hospital Pequeno Príncipe.
Para consultas, favor entrar em contato com a Central de Agendamento do Hospital:  (41) 3514-4141.